vinhos para o verão vinhos para o verão

Vinhos brancos e rosés de verão

3 minutos para ler

Se você entende que vinhos brancos e rosés são ideias para os dias quentes de verão, também deve se perguntar porque consumimos tão poucos vinhos desses estilos, se comparados aos tintos. Nos últimos anos o vinho rosé decolou e parece já ter entrado no dia a dia dos brasileiros. 

É certo que suas expressões normalmente cítricas de brancos e rosés, com boa acidez, leveza e raramente com excesso de peso dado pela passagem pelas barricas de carvalho, deixam o palato desperto e além da versatilidade à mesa, trazem a dose imaginada de frescor para se beber durante o verão. 

O especialista em vinhos da TodoVino, Vicente Jorge, fez uma seleção de rótulos brancos e rosés com um mosaico de estilos e particularidades que agradam o nosso paladar, confira!

Brancos 

Woodbridge Chardonnay

Um Chardonnay cremoso, que lembra abacaxi em calda, torta de pêssego, baunilha, bem ao estilo californiano e feito pela maior nome da vitivinicultura norte-americana moderna.

Gato Negro Sauvignon Blanc

Uma das marcas mais conhecidas entre os vinhos chilenos, entrega toda a tipicidade da Sauvignon Blanc com seus aromas cítricos e acidez vivaz. Para quem curte o frescor de um suco de maracujá ou uma limonada. Irresistível com peixes fritos!

Marqués de Riscal Verdejo

Riscal é um símbolo não só de sua região nativa, Rioja, mas de toda a Espanha. A sede da vinícola, desenhada por Frank Gehry, é uma das mais fortes referências arquitetônicas do mundo do vinho. Na região de Rueda, produzem este Verdejo, uma variedade autóctone branca que é a resposta espanhola à Sauvignon Blanc.

Louis Jadot Bourgogne Chardonnay Couvent Jacobins

Um vinho branco pode sim ser sério, mais complexo e pensado para pratos elaborados, como uma lagosta ao creme ou um risoto com cogumelos e queijo. Aqui vale a dica de abrir a garrafa cerca de 30 minutos antes de consumir, para que este Chardonnay mostre toda a elegância, vivacidade e mineralidade da Bourgogne. 

Caleo Pinot Grigio

Descompromissado e com a imagem do verão italiano, essa é a mensagem deste Pinot Grigio. Para tomar gelado, refrescar, curtir e também para ser levado à mesa. Uma sugestão fácil de fazer é o Spaghetti a Carbonara, que garantirá uma bela combinação.

Rosés

Guigal Côtes-du-Rhône Rosé

No cenário dos vinhos franceses são raras as unanimidades. Guigal alcança esse status no Rhône, especialmente quando se trata de Côte-Rôtie. Este Côtes-du-Rhône Rosé tem como base a Grenache e traz boa estrutura, com toques de especiarias, além das frutas vermelhas ácidas e cítricos.  

Periquita Rosé

Uma das marcas portuguesas mais conhecidas no Brasil tem nesta versão rosada um vinho descontraído, com coloração provençal, clarinho, repleto de frutas cítricas e frescor elevado. Um parceiro certeiro com sardinhas na brasa. 

Castillo de Molina Rosé

Para quem procura fruta fresca. Lembra aqueles refrescos com gelo que bebíamos aos goles na infância, delicioso!

Posts relacionados

Deixe um comentário