Já ouviu falar sobre a cerveja belga? Confira aqui!

6 minutos para ler

Se você ainda não ouviu falar sobre a cerveja belga, não sabe o que está perdendo — mas vai entender agora. Por outro lado, se você já está familiarizado com essa iguaria, vai entender ainda mais sobre uma das escolas cervejeiras mais famosas e ousadas do mundo!

Aliás, você sabe o que são as escolas cervejeiras? Elas são regiões que produzem a bebida há anos, têm os próprios critérios e parâmetros e, assim, influenciam a produção de cerveja no restante do planeta. Bateu a curiosidade para saber mais sobre o assunto?

Então continue a leitura, pois, neste post, a gente fala sobre os motivos que levaram a Bélgica a ser reconhecida por suas cervejas peculiares e tão desejadas. Vamos lá?

História da cerveja belga

A cerveja na Bélgica é levada muito a sério, tanto que, desde 2016, é considerada Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). A história da bebida no país começou há muito tempo.

Mesmo antes de se tornar a Bélgica, a região de Gália, que também incluía a França, já produzia a sua própria versão da cerveja, que era mais forte que a consumida normalmente pelos romanos.

Naquela época, a produção da bebida era uma atividade doméstica. Logo após a queda do império romano, foi adotada pelos monastérios, que fabricavam cerveja para os monges e a população local.

Com o passar do tempo, os monges aprimoraram suas técnicas e as cervejas da localidade foram ganhando a complexidade que as diferenciavam do restante. Logo, o crescimento das cidades levou à criação das grandes cervejarias.

Algumas começaram a seguir rigorosamente o padrão imposto para as cervejas de abadia. Já outras continuaram com os métodos de fermentação em tanques abertos, fazendo com que a escola cervejeira belga estabelecesse os seus próprios critérios. Atualmente, a Bélgica conta com mais de 200 cervejarias e mais de 1500 rótulos.

Peculiaridades

Não estranhe se achar as cervejarias belgas com cara de abandonadas. Sabe aquelas fábricas antigas, com telhas quebradas e teias de aranha? Algumas delas vão ter essa peculiaridade, mas saiba que tudo isso está dentro do plano de preservar as leveduras presentes no espaço; não é falta de asseio.

A verdade é que uma reforma no local pode alterar a microflora do ambiente e, consequentemente, modificar todo o padrão de sabores, aromas e outras características das cervejas produzidas ali. Assim, a bebida, reconhecida há séculos por tais qualidades, poderia não ser mais a mesma se o lugar fosse alterado.

Ousadia

Uma das características mais marcantes da cerveja belga é a sua complexidade. Isso se deve não apenas às leveduras que pairam nas cervejarias, mas também à ousadia em colocar ingredientes inusitados.

Além dos cereais convencionais, outros também são adicionados, bem como frutas, açúcar, condimentos e especiarias, como coentro, cravo, canela e pimenta. Outro ponto a se destacar é que essas cervejas, de maneira geral, apresentam teor alcoólico maior que as demais, podendo conter mais de 10% de álcool.

Todo esse conjunto de técnicas resultam em bebidas únicas, de sabores e aromas variados e muito especiais, que servem de exemplo para muitas cervejarias em todo o mundo.

Estilos de cerveja belga

Só de saber como são produzidas as cervejas belgas, já dá uma enorme vontade de experimentá-las, não é verdade? Pensando nisso, vamos mostrar 5 estilos da bebida. Olha só!

Belgian Specialty Ale

O exemplar La Chouffe Belgian Specialty Ale é uma cerveja muito interessante. Ela apresenta coloração dourada escura, tem espuma branca e é levemente turva.

Além disso, tem maior intensidade no sabores de malte e de fruta, e libera notas cítricas e florais. O seu toque de especiarias é equilibrado e elegante. No paladar, a bebida é levemente adocicada, refrescante e com pouco amargor.

Flanders Oud Bruin

A Liefmans Kriek Brut é do tipo Flanders Oud Bruin. É uma cerveja com acidez acentuada e, como belga, tem aromas bem complexos, com notas de cereja e amêndoas.

Na boca, tem o equilíbrio perfeito entre a doçura e o amargor. Visualmente, ela é de cor vermelho escuro com tons marrons, e a espuma é avermelhada. Quem é apreciador de vinhos não pode deixar de experimentá-la.

Belgian Witbier

A cerveja Vedett Extra White é um ótimo rótulo do tipo witbier. Isso porque faz a combinação perfeita entre a levedura belga e o lúpulo, criando, assim, uma harmonia entre o amargor e o aroma.

Seu teor alcoólico é de 4,7% e a coloração é amarela. Nos sabores, ela mistura malte de cevada, semente de coentro e casca de laranja, além de aromas de laranja e limão siciliano. Por tudo isso, ela é uma bebida super-refrescante.

Belgian Strong Golden Ale

Embora a Duvel do tipo Belgian Stronf Golden Ale tenha uma graduação alcoólica um pouco elevada (8,5%), ela é muito fácil de beber, pois apresenta uma carbonatação excelente.

Seus aromas são adocicados e os sabores frutados vêm do lúpulo da “grapefruit”. Suas características físicas incluem espuma densa e cremosa, que dão as sensações de pureza e frescor.

Harmonização com pratos e sobremesas

Para ter uma degustação incrível de cerveja belga, nada melhor que harmonizar bebida e comida. Neste tópico, vamos falar sobre as melhores combinações para deixar a sua experiência ainda mais interessante:

  • Belgian Strong Golden Ale: mexilhões, peixes fritos e queijos de alta maturação;
  • Belgian Witbier: aperitivos, comida japonesa (sushi e sashimi), peixes, saladas variadas e ostras frescas;
  • Fruit beer: patê de foie gras com geleia de frutas vermelhas;
  • Saison: ceviche de tilápia e camarão;
  • Trapista: mousse de chocolate amargo belga.

Como vimos, a escola cervejeira da Bélgica é muito famosa e não é à toa. Com as suas misturas inusitadas, mas milimetricamente calculadas, ela cria sabores e aromas complexos, que ganham até os paladares mais exigentes. Se você é um fã da bebida, não pode deixar de experimentar os vários tipos de cerveja belga e comprovar toda a sua excelência.

Deu vontade de experimentar uma cerveja belga? Então aproveite que você está por aqui e confira todas as opções de bebidas que a TodoVino oferece. Entre em contato agora mesmo, tire suas dúvidas e faça o seu pedido!

Posts relacionados

Deixe um comentário