copo de cerveja com ramos de trigo ao fundo copo de cerveja com ramos de trigo ao fundo

Conhece a cerveja alemã de trigo? Entenda a diferença para a belga!

5 minutos para ler

Servidas em copos grandes, geralmente no copo Weizen, elas têm tons amarelos opacos e enchem o copo todo. Coroadas com uma bela faixa de espuma e dotadas de aromas diversos, as cervejas de trigo são irresistíveis! A cerveja alemã de trigo foi a primeira do tipo a surgir. Mas você sabe a diferença entre ela e a cerveja belga de trigo?

Ficou curioso? Confira mais sobre as cervejas de trigo!

Fique por dentro da história da cerveja alemã de trigo

Tudo indica que a cerveja alemã de trigo foi criada nos arredores da Baviera ou Bavária, sul da Alemanha. Porém, existe a possibilidade de que elas já houvessem sido elaboradas ao redor de oito mil anos atrás! Foi nessa época que se começou a produzir o pão, assim como as cervejas de malte de cevada.

As cervejarias pioneiras datam de 1040 e este local monopolizou a fabricação da cerveja de trigo durante dois séculos. Naquele período, tratava-se um produto consumido somente pela nobreza. Nos últimos séculos, essas cervejas conquistaram o resto do país e do planeta.

Entenda a diferença em relação à cerveja belga

Muita gente acha que a cerveja alemã de trigo é exclusiva. Apesar de pioneiros, os belgas são seus principais concorrentes nesse assunto. O cereal foi igualmente utilizado na Bélgica, mas em uma versão diferente da cerveja. Que é, aliás, reconhecido e adorado mundo afora!

Conhecida como Witbier, a cerveja belga de trigo é bem refrescante. Seu trigo é do tipo não maltado. Ao contrário do produto alemão, fiel à Lei da Pureza Alemã, elas contêm outros complementos. Seu “tempero” leva na composição semente de coentro ou casca de laranja.

A cerveja belga de trigo tem uma palidez própria, além de ser mais turva (Witbier significa “cerveja branca”). Esta deliciosa versão da cerveja de trigo hoje é vendida em quase qualquer supermercado ou restaurante.

Saiba mais sobre as cervejas de trigo artesanais

Você está começando no universo cervejeiro artesanal? Então, comece degustando cervejas de trigo. Elas são mais suaves e refrescantes, pois garantem uma bela faixa de espuma e seus teores alcoólicos são médios. Fora isso, o amargo é amenizado pela quantidade inferior de lúpulo.

As cervejas de trigo são bem adequadas para tomar com o pessoal no happy-hour. Elas não “pesam” muito e são perfeitas para o clima brasileiro!

Cerveja alemã de trigo x cerveja belga de trigo

No processo de produção da cerveja, sua personalidade é definida em grande parte pelo malte. O cereal é transformado em malte a fim de que as moléculas de amido se quebrem em moléculas menores (açúcar), mostrando-se “disponíveis” para a fermentação. Suas cores, espuma, paladar e outros aspectos vêm dessa etapa. É o que também confere sabor e aroma à bebida.

A Benediktner Weissbier, por exemplo, é uma cerveja alemã feita com malte de trigo e cevada. Tem bom corpo, é naturalmente turva e exibe espuma densa e abundante. Já a Ayinger Bräuweisse Weissbier é outra alemã de trigo maltes de cevada e trigo, que é clara, turva, frutada e refrescante.

A Vedett Extra White é uma cerveja belga de trigo e cevada, que tem coloração amarelo palha, é turva e traz paladar seco e espuma abundante. A Chouffe Soleil reúne maltes de cevada, trigo e centeio e tem paladar seco, frutado e boa carbonatação.

Veja como servir as cervejas de trigo

Você já sabe que as cervejas de trigo têm alta fermentação. Não são filtradas, de modo que conservam as leveduras no fundo da garrafa. Porém, a maneira que servimos as cervejas de trigo alemãs e as cervejas de trigo belgas são o diferencial para você apreciar o melhor que cada uma delas tem a oferecer.

As cervejas de trigo alemã devem ser servidas de uma vez em copos Weizen. De forma que as leveduras depositadas no fundo da garrafa e o restante do líquido fiquem homogêneos no copo. Essas leveduras, além de deixar a cerveja naturalmente turva, irão compor seu aroma e paladar.

Já as cervejas de trigo belgas como, por exemplo, a Duvel devem ser servidas em um copo Tupipa, de modo que as leveduras da garrafa permaneçam lá e não sejam despejadas no copo:

1- Use um copo tulipa limpo, na temperatura ambiente;

2- Segure o copo a 45°;

3- Despeje a cerveja delicadamente e aumente a distância entre garrafa e copo gradativamente. Evite o contato entre os dois;

4- Vire o copo lentamente até a posição vertical para uma espuma rica e consistente. O ideal é que a espuma e líquido se encontrem no meio do copo. Evite que a espuma saia do copo;

5 -Deixe aproximadamente 1 cm de cerveja no fundo da garrafa. Lá estão restos de levedura (perfeitamente saudáveis) e podem deixar a cerveja mais amarga. Se quiser sirva este resto em uma taça a parte. Guarde as garrafas sempre de pé.

A cerveja alemã de trigo foi a primeira a surgir, porém a cerveja belga tem também suas próprias características. Ambas são ótimas e têm muita, mas muita história! São diversos os fatores que fazem uma cerveja ser bem apreciada. Começar degustando cervejas de trigo é um ótimo caminho se você está começando.

Curtiu conhecer mais sobre o universo cervejeiro? Então, aproveite para conhecer nossas cervejas de trigo! A TodoVino tem tudo que você precisa para aperfeiçoar seu paladar.

Posts relacionados

Deixe um comentário