A respeitada cervejaria Maredsous

2 minutos para ler

A TodoVino, loja online de cervejas, vinhos e destilados, conta hoje a história da Maredsous, uma das marcas de cerveja belga mais prestigiadas do mundo.

A abadia em estilo neogótico de Maredsous foi construída em 1872 na Bélgica, perto da cidade de Namur, ao sul de Bruxelas. Os monges beneditinos que a fundaram dedicaram grande atenção à produção de cervejas e queijos. Os queijos de Maredsous hoje são consumidos de forma habitual por cerca de metade da população belga e as cervejas já eram reconhecidas pela qualidade e ganharam o mundo a partir da década de 1960.

Hoje a abadia também hospeda uma escola de artes e foi responsável por influenciar a fundação de diversas outras abadias beneditinas pelo mundo, incluindo o Brasil no final do século XIX.

A diáspora de Maredsous pelo mundo começa em 1963, quando os monges beneditinos daquele monastério escolheram a respeitada cervejaria Duvel Mortgaat para produzir e comercializar suas cervejas. A principal condição, porém, era (e ainda é) que permanecessem com o mesmo padrão de qualidade e que os monges seguissem como os artesãos das receitas das cervejas da marca. Especula-se que as receitas de Maredsous foram criadas no século VII por aquela linhagem beneditina e segue nas mãos dos líderes monásticos. Hoje, o castelo de Maredsous recebe cerca de 450 mil visitantes ao ano, para conhecer a história da cerveja, dos queijos, as cerâmicas e a panificação dos monges. 

A expressão clássica de Maredsous torna a compreensão bastante simples para os consumidores pois a linha é composta por apenas três estilos: Maredsous Blonde (a primeira cerveja produzida pela marca, uma blonde ale com 6% de álcool), Maredsous Brune (criada especialmente para o Natal, uma dubbel com 8% de álcool) e Maredsous Triple (uma tripel com 10% de álcool). Entretanto, os três clássicos estão longe de serem cervejas simples; são complexas e cremosas, com personalidade marcante e uma das referências entre as cervejas de abadias belgas

Posts relacionados

3 thoughts on “A respeitada cervejaria Maredsous

  1. Salve!
    Eu tenho duas curiosidades que não se encontram facilmente nos sites de busca:
    Como se pronuncia e o que significa Maredsous?
    Ah, e eu acho que a Brune está mais para Belgian strong dark ale do que para dubbel. Mas isso é conversa para uma boa mesa de bar…

Deixe um comentário